Maravilhas da Hisolofia

Forum para assuntos educacionais
 
InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Curiosidades sobre Kant

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Carolina Araujo Mesquita



Mensagens : 12
Data de inscrição : 14/02/2014

MensagemAssunto: Curiosidades sobre Kant   Sex Maio 16, 2014 7:58 pm


Kant parou de lecionar em 1796. Alguns, como Fichte, escreveram mostrando que a alegria jovial que durante toda a vida tinha acompanhado o filósofo agora desaparecia. Aos poucos, as capacidades mentais declinaram. O filósofo já não reconhecia os amigos e não conseguia concatenar raciocínios os mais simples. Morreu em fevereiro de 1804.

O filósofo apreciava a literatura em forma de sátira. Se, por um lado, mostrava pouco interesse pela música, pela pintura, em contrapartida tinha uma profunda simpatia pela poesia. Herder o descreve como um homem jovial que encorajava as pessoas a buscar a verdade.

Foi Heine quem disse que as donas de casa na cidade de Königsberg atualizavam os relógios quando Kant passeava. O filósofo costumava apegar-se à pontualidade. Acordava às 5h00 da manhã e cumpria uma rotina estudada. A disciplina com os horários era uma característica do filósofo.

Ao ver fisicamente Kant, muitos tinham impressão de fragilidade. O filósofo era magro, tinha um pequeno porte, peito e ombros delicados e estreitos. Provavelmente, não fosse uma rigorosa disciplina de vida, que incluía desde horários até a alimentação e o repouso, o filósofo não teria vivido tanto. Médicos e amigos próximos reconheciam tais rigores.

Entre as características do filósofo, a primazia pela ordem, disciplina, repetição. Também evitou os deslocamentos. Talvez tenha sido uma viagem à cidade de Arnsdorf, distante cem quilometros de Königsberg, uma das mais longas em sua vida.

Na época em que Kant era professor, Königsberg era uma cidade com aproximadamente 50 mil habitantes. Era um porto importante para os interesses da Prússia Oriental, contava com uma guarnição militar. A população era constituída basicamente por russos, holandeses, ingleses e polacos. Mesmo tendo as possibilidades de um centro cultural, a cidade tinha um forte traço provinciano que lhe valia piadas, como a feita por Frederico, o Grande. Ele se referiu à cidade como apropriada ao treinamento de ursos, mais do que um palco para as ciências.

O filósofo era reconhecido e apreciado em suas audiências públicas e particulares. J. Hammann mencionou que em geral era necessário estar com uma hora de antecedência no local das aulas de Kant, pois assim se conseguia um lugar.

Antes do reconhecimento público de seus escritos, havia o reconhecimento dos colegas e alunos.

Kant teve problemas com o rei da Prússia, Frederico Guilherme II. Em 1794, um documento real culpava o filósofo por haver torcido ensinamentos essenciais do cristianismo. Foi exigido de Kant que ele não se ocupasse mais publicamente, por escrito ou mesmo falando em suas aulas, de assuntos ligados à religiosidade.

Por aproximadamente 15 anos Kant trabalhou como livre docente. Ou seja, o filósofo ministrava cursos livres que eram custeados diretamente pelos estudantes.

Herder, que fez cursos com Kant, o descreveu da seguinte maneira: as palavras fluíam dos seus lábios, ele tinha graça, humor.

Pensamentos sobre a Verdadeira Avaliação das Coisas Vivas. História Universal da Natureza e Teoria do Céu. Esboço Sumário de Algumas Meditações sobre o Fogo.
Os títulos parecem estranhos a muitos alunos que estudam Filosofia, ainda mais quando são informados que o autor é Kant.
As obras mostram o grande interesse que Kant nutria pelas ciências, pela matemática, pela física de Newton. Os esquemas de Descartes são emblemáticos em Kant.

Quando morre o pai, Kant passa por dificuldades financeiras e forçosamente deixa os estudos. Para se sustentar, durante quase dez anos torna-se professor particular em residências de famílias abastadas da Prússia Oriental. Kant aprendeu rapidamente os modos da elite de sua época, como conversar, as formalidades de uma nobreza que até então lhe era estranha.

Emanuel perdeu a mãe quando tinha 13 anos. O pai era um homem que pregava a verdade como preceito de vida. Uma porção significativa da austeridade ética de Kant provavelmente veio de seu lar. Escreveria que - nunca teve lugar na casa paterna qualquer coisa que não se adequasse à veracidade e à decência - .

Um pastor, ao observar o menino Emanuel, acha que este apresenta talento para o estudo. Com tal incentivo e uma recomendação, aos 8 anos Kant entra na escola. Ainda que nutrindo gratidão por seus professores, Kant sofreu com os rigores excessivos da escola. Durante muito tempo não faria menção aos ensinos básicos que teve.

O filósofo nasceu em Königsberg, hoje na Polônia, em 1724. Emanuel era o quarto de nove filhos. Seu pai era correeiro. Os pais de Emanuel eram pietistas intensos.

O pietismo surgiu na Alemanha no final do século XVII, na igreja luterana, e foi uma resposta ao dogmatismo religioso da Igreja oficial.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Curiosidades sobre Kant
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Curiosidades sobre a Difração
» 25 Curiosidades sobre as luas do sistema solar.
» Curiosidade: Teologia Calvinista, Luterana e Pentecostal
» AAAS: O que os cientistas pensam sobre religião?
» Sobre este Forum de Bibliologia...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Maravilhas da Hisolofia :: Filosofia-
Ir para: